• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 2797
    Navios » segunda-feira, 7 de setembro de 2009 »
    Canal do Panamá

    panama (3)

    O Canal do Panamá possui 82Km de extensão, que corta o istmo do Panamá, ligando, assim  por dois grupos de eclusas, o Oceano Atlântico e o Oceano Pacífico, de modo que possam passar navios nas duas direções. Anualmente, cerca de 14 mil embarcações passam por ali, atravessando um aclive de cerca de nove andares de altura. O Canal depende de algumas das máquinas mais poderosas do mundo: comportas e guindastes colossais, além das maiores dragas e escavadeiras do planeta.

    panama (0)

    O mais interessante sobre o Canal é o seu funcionamento, dado que o nível das águas oceânicas não é o mesmo do interior continental americano. Assim, um sistema de comportas e eclusas eleva os navios em sua entrada do oceano até o nível do Lago Gatún – 26 metros acima do nível do mar – e realiza a operação inversa na saída dos navios de volta para o outro oceano.

    Quanto aos barcos que transitam no canal, há limitações dimensionais de largura e comprimento, sem falar da altura limitada pela ponte das Américas na entrada do Pacífico. As comportas limitam as embarcações a 305 x 33,5m (comprimento x largura) e convencionaram chamar os navios construídos especificamente para a travessia do canal, de Panamax. Eles cruzam as eclusas com folga apenas de 60cm de cada lado com a proa e a popa a poucos metros das comportas e muitas vezes são necessários 3 práticos para essa operação.

    Um “Panamax” na eclusa de Miraflores

    O canal foi um triunfo estratégico e militar importantíssimo para os Estados Unidos, e revolucionou os padrões de transporte marítimo. Os Estados Unidos usaram o canal durante a primeira guerra mundial para revitalizar sua frota devastada no Pacífico. Alguns dos maiores navios que os Estados Unidos tiveram que enviar pelo canal foram porta-aviões, em particular o USS Essex. Estes eram tão largos que, apesar de as eclusas poderem contê-los, os postes de luz que ladeiam o canal tiveram que ser removidos para que pudessem passar.

    Embora seja um dos canais que apresenta maior dificuldade para transposição em todo o mundo, centenas de navios passam por ali, a fim de conseguir chegar ao porto de destino mais rápido. Diante da alta demanda e do tráfego ininterrupto, existem planos para a ampliação do canal.

    por Al. Aline

    Comentários