• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 1054
    EFOMM » quinta-feira, 1 de março de 2007 »
    De Fera para Fera

    Este artigo pertence ao acervo do Projeto Memória

    Finalmente, aqui estamos nós, os novos feras. Enfrentamos momentos difíceis, emocionantes, inusitados e, é claro, alguns alegres. Chegamos ao nosso extremo, suamos muito por um objetivo, criamos em dias amizades fortes, como aquelas construídas durante longos anos. Temos, agora, um futuro sinuoso que se estende à nossa frente, que talvez seja tomado por incertezas, mas que, ainda assim, é brilhante.

    Os estudos a que estaremos nos dedicando nos próximos anos nos levarão a uma profissão linda, digna e de muito primor. Ela é um serviço importantíssimo em todo o mundo, e uma peça de valor imensurável para o desenvolvimento do nosso país. Ela é, por conseguinte, uma meta atingida por poucos, um grupo seleto que se destaca da sociedade. Por tudo isso, ela merece acima de tudo o nosso respeito.

    Não há como negar que muitos dos atuais integrantes do primeiro ano da EFOMM estão aqui por terem – perdoem a expressão – “caído de pára-quedas”. Normalmente, esses são oriundos da não-aprovação em outros concursos. Há, por outro lado, um grupo menor – do qual, não devo omitir, faço parte – daqueles que sempre tiveram esta Escola como primeira opção. A mensagem que procurarei transmitir nos próximos parágrafos, embora valha para todos, sem exceção, tem como alvo principal os pertencentes à porção maior.

    Não é do feitio de ninguém estar contente quando está agindo sob pressão. Esteja aqui, na EFOMM, com ânimo forte, com vontade. Não o faça por falta de opções. Orgulhe-se por ter conquistado um lugar só seu, dê crédito a si mesmo por poder ser chamado de Fera e ame o fato de ter um futuro a que muitos aspiram, mas não têm. Sinta-se forte e superior, porque, afinal, concluímos uma adaptação que exigiu o máximo do que podíamos dar.

    Obviamente, nada disso é uma tarefa fácil. É uma tarefa árdua nos autoconvencermos de realidades que podem nos ser tão distantes. Caso você sinta esta dificuldade, talvez pense que poderia estar melhor em outro lugar, que não aqui, e talvez realmente estivesse. Quem tem a autoridade para decidir isso, no entanto, somos nós mesmos.

    Dedique-se em tudo o que você faz e jamais pense não ter capacidade de realizar determinada ação. Existem, sim, pessoas que têm certos talentos natos. Não devemos, porém, nos deixar desanimar por um motivo como este. Destaquemo-nos, se não por nossas habilidades, por nossos esforços para atingi-las.

    Procure ser feliz, ou melhor, procure encontrar um modo de sê-lo. Isto é crucial, pois é daí que tiramos toda a força de que necessitaremos não apenas para sermos bons em tudo aquilo que fazemos, mas os melhores.

    Por fim, sinta-se em casa quando na EFOMM estiver. A saudade estará sempre em nossos corações, é algo inevitável. Ela, porém, será amenizada quando, inconscientemente, sentirmos que estamos realmente habitando nosso segundo lar. Sinta prazer em estar com seus companheiros, de classe e de camarote. Eles podem ser o apoio de que você precisa em diferentes situações, além de serem amizades para toda a vida.

    É claro que não vivemos em um mar de rosas. Teremos mais do que simples dificuldades enquanto vivermos aqui, teremos verdadeiros desafios. Mas isso é o amor, é aprender a estar com um sorriso nos lábios, deixando de lado os pesares. Faça um esforço para enxergar o lado bom das coisas. Aproveite cada momento, as situações boas que teremos pela frente, e as nem tão boas assim. Tenhamos todos vontade, fé, desejo de vencer e acima de tudo, felicidade.

    Saibamos nos emocionar diante das expectativas que temos e, com isso, venhamos a ter aquilo que será essencial em nossas vidas: o orgulho de ser Mercante.

    por Aluno Kafa

    Comentários

    Outras matérias interessantes...

    Vida de primeiro ano24 de julho de 2012

    No dia 08 de fevereiro de 2012,foi realizada a aula  inaugural, da Escola de Formação de Oficias da Marinha Mercante/CIAGA.
    O evento teve início às dez  horas da manhã, no auditório da escola, com a presença […]

    Aula inaugural 201215 de fevereiro de 2012