• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • Mercado » quarta-feira, 21 de agosto de 2013 »Estrutura para exportação de grãos no Porto de Paranaguá é ampliada

    Porto_de_Paranagua__Maio_de_2013__Foto_de_Ivan_Bueno_69-1024x746

    Um investimento de R$50 milhões e uma área de 8,7 mil metros quadrados fazem parte da mais recente ampliação logística do Porto de Paranaguá (PR), um dos maiores movimentadores de grãos do país.

    O novo terminal graneleiro, com capacidade de armazenagem e movimentação de 80 mil toneladas e 1,5 milhões de toneladas ao ano, respectivamente, vem operando desde abril em fase de teste e adaptação, mas será inaugurado até o fim deste mês. O complexo é mais uma resposta à enorme demanda de exportação de grãos pelo porto, fornecendo ainda mais fôlego às atividades, como garante o superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.

    img_2546

    “Com mais um terminal bem estruturado na retroárea, o Porto de Paranaguá pode continuar ampliando o atendimento ao setor produtivo do país. […] Nosso objetivo é dar resposta à produtividade que o campo vem apresentando. Para isso, queremos ampliar ainda mais a estrutura com novos espaços para transferência de cargas, licitação de novos terminais portuários ainda este ano e estabelecimento de terminais privados até 2016/17, entre outras medidas que já temos planejado”, diz Dividino.

    O transporte de grãos até o Corredor de Exportação, uns dos gargalos mais significativos do porto, é feito preferencialmente por frotas exclusivas de 50 vagões e uma locomotiva, embora também haja abertura para o escoamento efetuado pelo modal rodoviário. O novo terminal, abastecido por soja e milho vindos majoritariamente do estado do Paraná e algum quantitativo do Mato Grosso, dará mais agilidade ao escoamento da produção.

    Justino Francisco Neto, gerente, afirma:

    “A nossa expectativa é exportar mais de 1,5 milhão de tonelada de grãos pelo Porto de Paranaguá”.

    Versátil, o novo terminal recebe mercadorias próprias e de outros terminais do Corredor de Exportação, funcionando como um “pulmão” para todo o complexo.

     

    Comentários

    Outras matérias interessantes...