• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 2946
    Curiosidades, Navios » segunda-feira, 8 de agosto de 2011 »
    O céu (?) dos navios

    Um navio é construído, navega por décadas, serve a diferentes fins, mas e depois? E quando a tecnologia já está ultrapassada e a estrutura comprometida? Para onde vão os navios que não servem mais? Mesmo num navio velho, que já não serve mais para a navshipbreaking Chittagong (3)egação, há muito que se aproveitar. Existem lugares no mundo onde se realiza essa atividade de desmanche de navios “inservíveis”. São principalmente localizados em países subdesenvolvidos, uma vez que desmanchar um navio em um país desenvolvido pode ser mais caro do que construir um novo. Nesses cemitérios de navios, retira-se tudo. O ferro é utilizado para a fabricação de aço, e os equipamentos de navegação são vendidos para colecionadores ou mesmo para substituição em outros navios ainda em atividade, formando assim, um forte comércio ao redor da região. Esses países, como Bangladesh, por exemplo, 80% do ferro que abastece as indústrias siderúrgicas do país é proveniente de sucata de navios desmanchados em locais como Chittagong, por exemplo. Estima-se que essa atividade envolva cerca de 3 milhões de pessoas no país. O grande problema é que o desmanche normalmente é realizado apenas com a força humana, uma vez que nesses lugares é mais barato pagar dez empregados do que comprar um guindaste. As pessoas que fazem essas atividades não usam os equipamentos adequados e muitas se ferem seriamente. Além disso, o óleo é despejado no mar, poluindo o local e deixando a o ambiente horrível. Na verdade, o cenário é do inferno dos navios!

    Por Aline Detoni

    Fonte: http://www.blogmercante.com/2010/09/fotos-o-inferno-tem-nome-se-chama-chittagong/

    Comentários

    Outras matérias interessantes...