• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 14777
    Mundo, Petróleo » terça-feira, 30 de junho de 2009 »
    Tipos de Plataformas

    As plataformas de petróleo no mar se dividem em dois grandes grupos: as de perfuração e as de produção.

    por Al. Souza Mattos

    Plataformas de perfuração

    offshore-drilling-6

    plataforma móvel de perfuração

    São aquelas que servem para encontrar o óleo em poços ainda não explorados, tem inicio com uma série de pesquisas geológicas e geofísicas que localizam bacias promissoras e analisam os melhores pontos para perfurá-las. Os geólogos interpretam as características da superfície, de suas rochas, de seus tipos de solo, algumas pequenas amostras de solo, imagens de satélite, medidores de gravidade, detectores de hidrocarbonetos (sniffers) e até a sismologia, no qual produzem ondas de choque nas camadas ocultas de rochas (mesmo com todos esses estudos menos de 20% dos poços furados são aproveitados).

    Plataformas de produção

    Atuam quando os poços estão prontos para serem explorados. São as plataformas que efetivamente extraem o petróleo localizado no fundo do mar, levando-o à superfície para sua separação em outros compostos, como água, lama e gases. Dependendo da profundidade do poço a plataforma de produção pode ser: fixa ou flutuante (semi-submersível).Campo_Petroleo
    As fixas são instaladas em águas rasas (até 200m) constituídas de estruturas modulares de aço, estruturas chamadas jaquetas, presas com estacas cravadas no fundo do mar. PLAFIX01aAs plataformas não têm capacidade de estocagem de petróleo ou gás, tendo o mesmo que ser enviado pra terra através de oleodutos e gasodutos.
    As flutuantes são plataformas moveis que podem ser transportadas por rebocadores ou por propulsão própria, elas servem para explorar poços que se localizam em lugares muito profundos. Dividem-se em Plataformas Auto-eleváveis (Jack-up Rig), Plataformas de pernas atirantadas, Plataformas Semi-submersíveis, Navios-sonda (Semisubmersible Drilling, Drillship) e Sistema flutuantes de produção (FPS – Floating, Storage and Offloading).
    Nos 100 mil quilômetros quadrados das Bacia de Campos, a Petrobras possui hoje cerca de 40 unidades de petróleo, operando 546 poço, com a produção media diária de 1 milhão 265 mil barris .
    Como 75% das reservas de óleo brasileiras estão em águas profundas (entre 400 e 1000m) e ultra-profundas (a partir de mil metros), a Petrobras é hoje a empresa que tem o maior número de sistemas flutuantes no mundo, as plataformas semi-submersíveis e os navios FPSO.

    Comentários

    1. Leandro Baptista disse:

      Sou Oficial de Náutica da turma de 2006 (RJ) e gostaria de parabenizar pela matéria. Trabalho atualmente em uma FPSO, da empresa MODEC. Acho uma boa idéia divulgarem informações sobre essa área, pois estão faltando Oficiais, dando emprego para estrangeiros. Quem tiver interesse de uma escala de 14×14 e um salário bom, é só correr atrás. Se for praticar na TRASNPETRO, o importante é se dedicar para ficar safo nas operações de carga e descarga, lastro, gás inerte, limpeza de tanques (COW)…
      Sugar todas as informações dos oficias de bordo.

      Abraço a todos!

      SDS
      Leandro Baptista

    2. Misael Lins disse:

      Misael,estudante de técnico em Petroleo e Gás na Escola Municipal Acácio de Paula Leite Sampaio,na cidade de Santos-SP,venho parabenizar por esta matéria que é de exelente qualidade, ficando no aguardo por outras; pricipalmente sobre a história do petróleo no Brasil e segurança nas plataformas (temas de preparação do TCC)

    3. jose roberto oliveira dos santos disse:

      Muito boa a matéria, fico no aguardo de mais! gostaria de saber também as possibilidade de trabalho em navios sondas e plataformas. pois estou concluíndo meu curso de operador de petróleo(plataformista auxiliar) aqui em salvador, espero mais informações para me ajudar a procurar o meu espaçao neste mundo tão seleto..o brigado pela matéria.

    4. Luiz Carlos Cunha disse:

      Bom dia, parabenizo ao site pela matéria, de relevada importãncia para nós que buscamos meios de trabalharmos em plataformas onshorre e offshore. Estou lecinando o curso de Pétróleo e Gás na Microlins de São Paulo. e busco diáriamente novas informações para meu próprio desenvolvimento profissionala neste seguimento tão promissor. Cabe aqui um desabafo: Há carências de profissionais na área, e se a mídia, (tv aberta), se preocupasse em criar programas educativos voltados para a área, reduziria em soma o desperdício cultural voltado para os bbbs, às fazendas e outros programas que em nada enriquecem a nossa cultura. Pena termos que apelar para Discovery, History Chanel e National Geográphic para buscarmos informações valiosas. obs: Apenas a tv Cultura de SP tem dado destaque a este tipo de programação tão importante para o Brasil. Obrigado.

    5. reginaldo disse:

      FICO FELIZ SABER MAIS DA PLATAFORMA E DOS CONHECIMENTOS.
      SOU PROFISSIONAL NA ÁREA TEC DE INSTRUMENTAÇÃO.
      DEIXO AQUI OS PARABÉNS A TODOS QUE PLANEJARAM E FIZERAM DESSE SITE O MELHOR.
      ESPERO SEMPRE PODER VER MUITO MAIS FOTOS DE TODOS OS ACONTECIMENTOS.
      ABRAÇAO

    6. EVERALDO FIGUEIREDO disse:

      SOU TECNICO DE PLATAFORMA DE PETROLEO E GAS FORMADO NO ACACIO EM SANTOS E GOSTEI MUITO DO ARTIGO E TENHO CERTEZA QUE AJUDARA EM MUITO AS PESSOAS QUE BUSCAM NOVOS HORIZONTES

    7. EVERALDO FIGUEIREDO disse:

      O ARTIGO É DE SUMA IMPORATÂNCIA E DEVERIAM HAVER MAIS INVESTIMENTOS NA ÁREA DE QUALIFICAÇÃO DE PESSOAL CAPACITADO, BEM COMO OPORTUNIDADE DE ATUAR NO SETOR PETROLÍFERO. SOU TEC DE OIL E GAS.
      GOSTEI MUITO DO ARTIGO

    8. Igor fernandes disse:

      GOSTEI DA MATÉRIA, UMA FORMA DE DIVULGAÇÃO MUITO BOA, SOU TEC. MECANICA E MECANICO DIESEL, TENHO UMA EXPERIENCIA BOA OFFSHORE, MEU PONTO DE VISTA ACHAVA QUE DEVERIAM DAR MAIS OPORTUNIDADES AOS BRASILEIRO DO QUE ESTRANGEIROS, ATE MESMO NA LINGUAGEM, SE VC ESTA NUMA SONDA VC É OBRIGADO A FALAR INGLES MESMO AQUI NO BRASIL, E SE VC FOR LÁ PRA FORA, SÓ VAI SE DESENROLAR NA LINGUAGEM DELES..ACHO MUITO ERRADO ISSU..ESSAS MATERIAS DEVERIAM SER MAIS DIVULGADAS DO QUE OCULTA COMO É A REALIDADE..

    9. thiago lopes disse:

      GOSTEI DA MATÉRIA, UMA FORMA DE DIVULGAÇÃO MUITO BOA.

    10. priscila gomes disse:

      achei muito intessante a matéria, serviu muito para um trabalho do curso que faço de petroleo e gas

    11. iris placidino disse:

      gostei muito pois nuca vi nada igual
      parabem a tds vcs iris niteroi rj

    Outras matérias interessantes...