• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 1944
    Mundo » quarta-feira, 17 de junho de 2009 »
    A Evolução da Marinha Mercante

    Durante os séculos XV e XVI, quando ocorreram as grandes navegações, os europeus, principalmente  portugueses e espanhóis, lançaram-se ao mar para descobrir novas terras.  Naquela época, as condições de viagem eram precárias, o que não não impedia que os navegantes  se aventurassem em busca de um novo caminho para as Índias.

    Com embarcações muito mais desenvolvidas a Marinha Mercante do Brasil chegou ao seu grande ápice nas décadas de 60 a 80, quando a indústria naval brasileira estava a  pleno vapor, tendo, o Brasil, chegado a marca de segundo maior construtor de navios do mundo (perdendo só para o Japão). Já na década de 90 ocorreu uma grande crise. O momento era tão ruim que as Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante do Rio de Janeiro e de Belém formavam, juntas, cerca de 30 alunos por ano.  Hoje  estamos assistindo a uma nova fase da Marinha Mercante nacional, com seu renascimento, principalmente pela expansão dos campos de exploração de petróleo ao longo da Bacia de Campos no Rio de Janeiro, a chamada Camada Pré-Sal (a seis quilômetros do nível do mar, contendo, pelas presentes pesquisas técnicas, de 10 a 20% das reservas atualmente conhecidas). Essa crescente exploração está impulsionando a construção de novas e  modernas embarcações dos mais variados tipos e, por conseguinte, mão de  obra capacitada.

    Assim  o mercado fica aquecido para os alunos que se formam na EFOMM,  centro de referência para a capacitação de Oficiais da Marinha Mercante, altamente qualificados.  Bons ventos e mares tranqüilos!

    por Al. Antônio

    Comentários

    Outras matérias interessantes...

    O interesse  pelo mar começou há milhares de anos,  com o homem em busca de alimento. Desde então vem ampliando a exploração daquele meio visando incrementar a atividade  econômica e a qualidade de vida das […]