• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 1368
    Mundo, Navios » quinta-feira, 19 de abril de 2012 »
    Marinha do Brasil envia navio para Operação de Paz no Líbano


    Fragata "Liberal" suspende em direção a Beirute

    Fragata "Liberal" suspende em direção a Beirute

    A Marinha do Brasil enviou, no dia 10 de abril, a Fragata “Liberal”, com uma aeronave, para integrar a Força Tarefa-Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL). O navio partiu da Base Naval do Rio de Janeiro com 251 militares e fará duas escalas até o destino final. A primeira será em Las Palmas (Espanha) e a segunda em Taranto (Itália). A previsão de chegada em Beirute (Líbano) será no dia 15 de maio. O término da missão e o retorno da Fragata “Liberal” está  marcado para dezembro de 2012.

    .

    .

    .

    A Fragata “Liberal” vai substituir o outro navio da Marinha do Brasil, a Fragata “União”, que se encontra em missão no Líbano desde novembro de 2011. O Comandante da Força de Superfície, Contra-Almirante Antonio Reginaldo Pontes Lima Junior, destacou que a Fragata “Liberal”, assim como a Fragata “União”, é um dos melhores meios da Força-Tarefa Marítima para a operação naquela área. “Essa missão possibilita conter a chegada de armamentos não autorizados pelo Governo do Líbano, também, auxilia a Marinha daqueles País no preparo para fiscalizar suas águas”.

     

    Militares se despedem de seus familiares

    Militares se despedem de seus familiares

    A UNIFIL, que foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1978, destina-se a contribuir com a segurança no território libanês impedindo, por exemplo, a entrada de armas ilegais nessa região. A participação do Brasil na FTM-UNIFIL, aprovada pela Câmara dos Deputados em 2010, possibilita a Marinha do Brasil atuar com seus meios nesta Força-Tarefa. Comandada pelo Contra-Almirante Wagner Lopes de Moraes Zamith, da Marinha do Brasil, a FTM-UNIFIL conta, atualmente, com a participação de nove navios de seis nacionalidades, incluindo o Brasil. A Fragata “Liberal” será o navio capitânia da Operação.

     

    Comentários

    Outras matérias interessantes...