• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • Sem categoria » sábado, 25 de fevereiro de 2012 »Incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz

    estacao-antartica

    Na madrugada deste sábado, 25 de fevereiro, um incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz, base da Marinha na Antártida, deixou pelo menos uma pessoa ferida e duas desaparecidas. Aponta-se que o fogo teria começado na casa de máquinas da base.

    O quadro médico do militar ferido é estável e os outros tripulantes (30 pesquisadores e 1 alpinista) foram transferidos de helicóptero para a base chilena Eduardo Frei.

    Em nota, a Marinha do Brasil fez o seguinte pronunciamento:

    Brasília, 25 de fevereiro de 2012.

    Nota à Imprensa – Incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz

    A Marinha do Brasil (MB), extremamente consternada, informa que, cerca das 2h (Brasília) de hoje (25), ocorreu um incêndio na Praça de Máquinas, local onde ficam os geradores de energia, da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Os 15 integrantes do Grupo-Base (militares da MB responsáveis pela manutenção e operação da EACF) prontamente iniciaram o combate ao incêndio, que ainda não foi extinto. Um militar ficou ferido e dois estão desaparecidos.

    O militar ferido foi transferido para a Estação polonesa de Arctowski para receber os primeiros socorros e posteriormente para a Base chilena Eduardo Frei e seu quadro de saúde não apresenta risco de morte.

    Os 30 pesquisadores, um alpinista que presta apoio às atividades de pesquisa, um representante do Ministério do Meio Ambiente e os 12 funcionários do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, que estavam na Estação no momento do incidente, foram transferidos de helicópteros chilenos para a Base chilena Eduardo Frei, de onde partirão em aeronave da Força Aérea Argentina para a cidade de Punta Arenas, no Chile. Permanecem na EACF o Chefe e parte do Grupo-Base, que trabalha no combate ao incêndio.

    O Navio-Polar “Almirante Maximiano”, da MB, partiu de Punta Arenas em direção à EACF para prestar o apoio necessário.

    Dois navios da Marinha da Argentina e dois botes da Estação polonesa de Arctowski estão nas imediações da EACF, apoiando as ações. Além disso, três helicópteros da Base chilena Eduardo Frei continuam prestando apoio.

    A Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou uma aeronave, que seguirá para Punta Arenas, a fim de trazer de regresso ao Brasil o pessoal que estava na EACF.

    Um Inquérito Policial Militar foi instaurado para apurar as causas do incidente

    Por Al. Raquel Amorim

    Comentários

    1. Vilma Siqueira disse:

      Al. Raquel Amorim

      Neste momento palavras perdem o sentido, o que dizer da tragédia no mar.
      Que DEUS na sua infinita bondade cuide das famílias.

      Parabéns Raquel Amorim, pela sua sensibilidade descrita no artigo.

      Vilma Siqueira

    2. Operação Antártica: O Brasil no continente gelado — Jornal Pelicano disse:

      […] no último verão em substituição à Estação Antártica Comandante Ferraz, destruída por um incêndio em fevereiro de […]