• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 3071
    Mundo, Navios » quarta-feira, 28 de abril de 2010 »
    Plastiki, o veleiro feito de 12 mil garrafas de plástico

    “As grandes obras deste mundo foram sempre realizadas por um ou mais loucos.”4450092446_1e2ea9aa5d
    Essa frase dita por Anatole France, um escritor francês, traduz bem a decisão que o milionário David Rothschild, jovem ambientalista, aventureiro e fundador da ONG Adventure Ecology, tomou ao entrar numa jornada a bordo de uma embarcação 100% feita por plástico reciclável e sustentada por garrafas pet. O jovem herdeiro de uma das maiores dinastias de banqueiros da Europa foi severamente criticado ao lançar a idéia na mídia. Para a infelicidade dos críticos, após três anos de planejamento, o barco ficou pronto e está nesse exato momento viajando rumo à Sidney, na Austrália. O catamarã de 60 pés (aproximadamente 20 metros) partiu de São Francisco, Califórnia, no dia 20 de Março e tem a intenção de atravessar o Oceano Pacífico em aproximadamente 100 dias tendo como itinerário Havaí, o Atol de Bikini, e as ilhas de Tarawa.

    A embarcação é auto-suficiente até o final da travessia: ela conta com geradores eólicos dispostos na popa, painéis solares instalados na parte superior, velas de 18,3 metros, motor de biodiesel para situações de emergência e o mais curioso são duas bicicletas ligadas a um gerador elétrico onde a tripulação, além de se exercitar, pode gerar energia. Outras curiosidades são o jardim hidropônico no qual pode-se cultivar diversos tipos de vegetais e o dessalinizador que transforma a água do mar em água utilizável para o jardim. Para saber mais visite o site do Plastiki: lá você pode saber mais sobre a tripulação, descobrir suas coordenadas e a quantos nós está navegando, conhecer sua estrutura como o interior da cabine e até mesmo o banheiro dos tripulantes, ver curiosidades e conferir vídeos e fotos exclusivas.

    Por Al. Felipe Costa e Al. Affonso.

    ___

    Comentários

    1. paolo czar mota raphael disse:

      fantastica,e louvavel tal iniciativa pois so tem a contribuir para um mundo melhor.parabens..

    2. julio disse:

      muito maneiro, boa iniciativa para salvarmos o planeta

    Outras matérias interessantes...

    A Baía de Guanabara está se tornando um cemitério de embarcações, segundo a Capitania dos Portos do Rio há 51 cascos abandonados na Baía de Guanabara sendo que 31 já foram leiloados de deveriam terem […]