• Fotos
  • TV!
  • Links
  • Projeto Memória
  • Sobre o Jornal Pelicano
  • Processo Seletivo EFOMM 2014

  • 3383
    EFOMM » quarta-feira, 1 de julho de 2009 »
    Terceiro dia — Agora finalmente embarcados!

    A bordo do NT Angelim

    A bordo do NT Angelim

    Na segunda-feira, dia 29 acabamos não conseguindo embarcar devido a vários fatores. O navio para o qual estávamos destinados teve problemas na máquina com o cilindro número 2, cujo pistão se partiu durante a viagem para Santos, daí o atraso inesperado. O agente da empresa nos informou que o navio estaria atracado no dia seguinte e marcou de nos buscar no Hotel de Trânsito da Capitania dos Portos às 9h30 da terça-feira, dia 30.

    Dow Química, Guarujá

    Dow Química, Guarujá

    9h30 em ponto estávamos no carro em direção à Alfândega Portuária, nossas bagagens foram escaneadas e nos dirigimos ao cais onde uma lancha nos levou ao NT Angelim. Fomos recebidos pelo Comandante DEGOBI que nos direcionou ao nosso alojamento, a suíte do prático. Vestimos o macacão e pegamos o EPI para então procurar por mais instruções quando fomos apresentados ao Chefe de Máquinas, OSM Fernando que nos brifou sobre as manobras em andamento e nos apresentou ao Praticante de Máquinas Fernando, que nos levou para conhecer todos os equipamentos da Praça de Máquinas.

    Porto de Santos ao anoitecer

    Porto de Santos ao anoitecer

    Conversando com o Sub-Chefe Carlos descobrimos que o NT Angelim utiliza um sistema de circulação indireto, onde basicamente a água fria do mar resfria água doce que circula no motor. Na prática o sistema é muito mais complexo que isso e o grande benefício de oportunidades como a que estamos tendo é justamente poder observar tais sistemas em funcionamento.

    Além de conhecer o navio pudemos acompanhar mecânicos de uma oficina de terra retirando do cilindro número 2 o pistão danificado junto com sua biela.

    Nossas expectativas nesse momento giram entorno de poder acompanhar a manobra de partida do MCP (Motor de Combustão Principal) que ocorrerá amanhã (dia 1) ao meio dia. Tal manobra visa desatracar o navio para posterior fundeio, onde iremos aguardar nossa vaga no próximo terminal, ainda em Santos.

    Por final, pretendemos aproveitar ao máximo esses dias já que no dia 13 é o início do segundo semestre letivo e todos os alunos devem retornar à escola. Pode ser que tenhamos que encerrar nossa viagem mais cedo e não ir para Salvador, como havia sido planejado.

    por Of. Al. Lorenzeto

    Comentários